Reciclagem: como contribuir positivamente para o meio ambiente

mão colocando garrafa em lixeira

Publicado em

17 agosto 2022

Você já deve ter ouvido falar em reciclagem, mas você sabia que o Brasil é referência mundial em reciclagem de resíduos como papel e alumínio? Segundo pesquisa da Abralatas, Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio, por exemplo, em 2021 quase 99% das latas de alumínio produzidas pela indústria foram recicladas e voltaram a circulação. Além disso, a reciclagem impacta positivamente a economia, a geração de renda e, claro, a preservação ambiental. Isso porque, reciclar diminui o uso de matéria prima extraída da natureza. Ainda segundo a organização, mais de 415 toneladas de alumínio foram recicladas em 2021.

Mas, como contribuir positivamente com a reciclagem e como reciclar?

O que é reciclagem e qual sua importância?

Entende-se o processo de reciclagem como a reutilização, ou reaproveitamento de materiais que seriam destinados ao lixo, mas que voltam para a sociedade de outra forma. Existem técnicas diferentes que transformam o lixo em outros artefatos e matéria prima. Reciclar reduz, além do próprio resíduo, a produção de gases do efeito estufa, o uso de energia e o nível de poluição.

Resíduos comuns que podem ser reciclados

Há muitos materiais que podem ser reciclados em circulação, nesse sentido, existem as categorias mais comuns, são elas o metal, papel, vidro e plástico. Dentro dessas categorias nem todos os itens podem ser reciclados. No entanto, no dia a dia é possível separar pequenos objetos e destiná-los para a reciclagem da sua cidade, ou para cooperativas.

Principais resíduos recicláveis

  • Metal

Muitos materiais metálicos que usamos no dia a dia podem ser reciclados. Entre os itens mais comuns estão as latas de alumínio de refrigerantes e outras bebidas. Panelas, papel alumínio e outros tipos de recipientes podem ser destinados à reciclagem. Geralmente, para devolvê-los à indústria, muito desses materiais acabam sendo derretidos, por exemplo.

  • Papel

O papel é um dos itens mais populares na sociedade que podem ser reciclados, assim como as latas de alumínio. Por isso, papeis dos mais variados tipos e gramaturas tendem a voltar para a circulação, mesmo depois de usados. É possível fazer o reaproveitamento de papeis e reciclar esse tipo de material de forma simples, até mesmo em casa. Além do papel comum, o papelão, jornais e revistas são outros itens comuns na reciclagem.

  • Vidro

O vidro, diferente de materiais populares como o papel e as latas de alumínio, não é muito comum no processo de reciclagem. Isso acontece, principalmente, por conta do pigmento desse tipo de material. Normalmente, garrafas de vidro e similares só podem ser reaproveitados junto a outros materiais de vidro com a mesma cor.  

  • Plástico

Garrafas PET são muito comuns nessa categoria, no entanto, outros itens, dos mais variados tipos, podem ser destinados à reciclagem. Esse material, apesar da sua popularidade, não é destinado tão corretamente quanto outros tipos de recicláveis. Além de todos esses materiais, também existem produtos que devem ser descartados da maneira correta, não apenas por conta da reciclagem, mas pelo seu nível químico. Alguns componentes podem ser prejudiciais para a natureza, como é o caso de eletrônicos e pilhas. Por isso, existem coletas especializadas no recolhimento desses artefatos, minimizando o impacto ambiental.

Dicas para começar a reciclar

Atitudes simples podem colaborar com a reciclagem, por isso, separamos algumas dicas para começar a reciclar e ajudar o meio-ambiente.

Separar é essencial

O processo de reciclagem começa no momento de separação do lixo, por isso, você pode adotar lixeiras de identificação para cada resíduo. Atualmente, existem cores de lixeiras que auxiliam a categorizar cada item, facilitando o trabalho de cooperativas que reciclam e destinam o lixo para o lugar correto. Além disso, é comum encontrar símbolos que identificam cada componente do material, assim, se atente a eles para não descartar em local inadequado.

Aproveite o lixo orgânico

O lixo orgânico também pode ser útil e reaproveitado em casa. Usa-se o material biológico como adubo para as plantas, por exemplo. Existem empresas especializadas em composteira orgânica, onde é possível produzir o próprio adubo de maneira fácil. Por isso, separe também o lixo orgânico e reúna, por exemplo, cascas e bagaços e reserve para usá-los em casa mesmo. Para ajudar no descarte, planejar também pode ser interessante, programe suas compras, assim o lixo também diminui e há menos desperdício.

Higienize embalagens antes de destinar à reciclagem

Antes de descartar embalagens de produtos, destinando à lixeira correta, higienize os recipientes. Lavar as garrafas, potes e demais embalagens facilita o trabalho das cooperativas e contribui para a menor contaminação dos resíduos, caso haja produtos químicos, isso protege que, posteriormente, irá manuseá-las.

Iniciativa de reciclagem na EBM

Visando colaborar com o meio ambiente por meio da reciclagem, a EBM instalou lixeiras de coleta em seus escritórios situados em Goiânia. É comum que a produção de lixo e o descarte nesses espaços seja grande, por isso, outras regionais receberão a coleta posteriormente. Além das lixeiras, todo o resíduo recolhido será destinado às cooperativas responsáveis por reciclar o lixo e fazer o descarte correto de cada item.

O que achou da leitura? Conheça outras ações da EBM para reduzir o impacto ambiental em suas obras.

Inscreva-se na nossa newsletter

Conheça a nossa política de privacidade.

Veja nosso blog

Descubra como Viver Assim

Quer ficar por dentro das tendências do mercado imobiliário? Acompanhe nosso conteúdo sobre arquitetura, decoração, imóveis e os temas mais relevantes do cenário.

Inscreva-se na nossa newsletter

Converse com Vendas

Selecione uma das opções de contato

WhatsApp

Telefone

E-mail